Terminei o Ensino Médio, e agora? Como escolher um curso

12/jul

Oi gente, tudo bem? Hoje vim aqui pra falar pra vocês um pouquinho sobre a minha experiência com a escolha do meu curso. Nem parece, mas já fazem quase 6 anos que eu terminei o Ensino Médio e quase 2 que eu terminei a faculdade! O tempo passa voaaando, por isso aproveitem cada momento.

Eu nunca tive o sonho de ter alguma profissão específica, sabem? E a minha família nunca opinou sobre isso também. Isso é ótimo, porque a decisão de tudo foi minha, mas será que se eu tivesse o sonho de ser advogada desde criança, por exemplo, seria mais fácil?

Nós temos mania de deixar tudo pra depois. Não estou dizendo que vocês tem que tomar a decisão de qual carreira seguir desde a primeira série. Mas não deixem pro último ano também, porque vocês podem acabar se precipitando na decisão por conta da pressão. O desespero começa quando todo mundo já sabe o que vai fazer e você não.

Quando eu estava no terceiro ano cheguei a fazer teste vocacional, mas sinceramente, não me ajudou. Na verdade eu nem lembro o resultado dele. Ele ajuda mais no sentido de analisarmos vários pontos e identificarmos pra qual área temos mais vocação. E outra coisa, eu fui ouvir falar da profissão que eu escolhi depois de grande, mesmo ela sendo bem importante e cursada hoje em dia. Até mesmo a profissão de blogueira e youtuber, isso não era algo que eu sabia que existia desde sempre. Quando eu estudava nem imaginava a proporção disso tudo, mas tenho certeza que é atualmente essa é uma opção pra muitas crianças e adolescentes. Eu sei que muitos que estão no auge acabaram não tendo tempo de fazer uma graduação, mas eu acho isso muito importante. Aliás, podemos fazer o curso de enfermagem, por exemplo, e ser blogueira de moda. Entendem onde eu quero chegar? E além disso, um curso da área de comunicação pode agregar muito essa nova profissão também. Recomendo que todos façam faculdade.

Nossa, misturei todos os assuntos hahaha Mas vamos ao ponto: O ensino médio terminou, o que fazer? Existem algumas opções… Vocês podem usar esse primeiro ano pra viajarem, pensarem e decidirem o que querem fazer da vida. Vocês podem começa o curso imediatamente pra não perder tempo e se formar cedo (meu caso); Vocês podem fazer cursinho pra conseguirem entrar em uma faculdade pública e até mesmo pra encontrarem sua verdadeira vocação. Vocês podem fazer um curso técnico. Enfim, vai muito de cada um.

O mais importante é vocês não se sentirem pressionados. É bem ruim desistir de algo, mas se vocês perceberem que não estão no curso certo, vocês podem trocar até se identificarem de verdade com um curso. Isso envolve dinheiro e muitos fatores, mas é uma possibilidade e uma nova chance que vocês podem dar pra vocês. Não esqueçam também que o primeiro semestre da faculdade é meio genérico, as coisas vão ficar mais específicas com o passar do tempo, então pode ser o caso de vocês darem uma chance ao curso também.

E como eu escolhi meu curso? Não foi fácil, ainda mais pra mim que sou indecisa. Eu cheguei a pensar em química, mas percebi que não era “minha praia”. Então eu comecei a pensar no que eu era boa. ” Bom, eu gosto de falar, sou comunicativa, me considero criativa, gosto de internet e de todo esse mundo. Por que não Publicidade e Propaganda? ” É bem verdade que muitos publicitários pensaram nisso ao optar por esse curso. Mas isso não funciona pra todo mundo. Conheço gente que não gostou do curso e acabou mudando para outro totalmente diferente.

Escolher onde você vai fazer a sua graduação também não é fácil. O critério é diferente pra cada pessoa. Mais uma vez, são muitos pontos a serem avaliados. O meu curso teve a duração de 4 anos, fiz Comunicação Social – Publicidade e Propaganda na FIAM FAAM.

Outra dica: não escolha um curso para fugir de algumas matérias que você não se dava bem na escola, isso não funciona tão bem como parece.

E finalizo o post dando o melhor conselho que eu poderia dar: Façam estágio na área de vocês, vivenciem um pouco da profissão que vocês escolheram. Eu não tive isso e me arrependo. Eu me sentia diferente dos demais da sala e quando terminei o curso, sim, me sentia um pouco frustrada. Posso dizer que o TCC foi a experiência mais próxima que eu tive e que curti e aproveitei muito. Hoje em dia, não sei se me imagino trabalhando na área porque eu acabei me estabilizando no meu emprego e quero muito me dedicar mais ao blog e ao canal, que por sinal, fizeram a diferença em minha vida, me completaram. Claro que tem muitos altos e baixos, mas não quero perder isso nunca.

Ufa, falei bastante, né? Contei tudo em vídeo pra vocês também! Se inscrevam no canal e fiquem por dentro de todas as novidades.

Um beijo e até o próximo post 😉

CONTINUE LENDO
tags dicas vídeo lookdodia inspiracoes musica playlist gostosuras vlog DIY viagem aniversario facavocemesmo decoracao parquedoibirapuera glamourmodafeminina desafio voudeglamour pokemongo festa tag
Subir
ao
topo